em Dicas de viagem

Para quem está planejando viajar para o exterior e precisa comprar dólar, a alta do câmbio é algo preocupante. Sabendo disso a Via Goes reuniu dicas preciosas para que você, viajante, consiga economizar nesse momento.

Confira como escolher o destino da próxima viagem!   E aproveite e veja a lista de países que não exigem visto!

  1. Fracione a compra

Para que você não fique sujeito à volatilidade do câmbio, o ideal é comprar um pouco a cada mês, dessa forma, mesmo que em um mês o câmbio esteja mais alto, no outro pode compensar, fazendo com que a média total seja melhor.

A média dos valores consiste no seguinte: digamos que você tenha 4 meses antes de embarcar, e precisa comprar, por exemplo US$ 1 mil para viajar, dividindo o US$ 1000/4 = USD 250,00.

Nesse caso, a cada mês comprará uma quantidade de dólares, a câmbios diferentes, somando tudo e dividindo pelo numero 4 (número de câmbios), você terá a média do valor.

Com isso você não ficará sujeito à sorte!

 

  1. Confira outras formas de pagamento

Além do dinheiro em espécie, é possível viajar com cartão pré-pago e cartão de crédito. Mas atenção! Atualmente, as compras feitas pelo cartão de crédito, alem de ser cobrado o IOF de 6,38%, o valor cobrado será com base no câmbio do dia do fechamento da fatura e não da compra.

Está previsto uma alteração nessa política para março de 2020, no qual o câmbio considerado será da data da compra, mas por enquanto, fique atento!

Sobre as tarifas e taxas, para aquisição em dinheiro em espécie é cobrado 1,1% e cartão pré-pago, assim como cartão de crédito, o IOF 6,38%.

Vale ressaltar que no cartão pré-pago o câmbio utilizado é do dia da compra.

Sobre o cartão de débito, é possível utilizar sim, porém tem o IOF de 6,38% , e claro, é importante notificar o banco sobre a viagem.

 

Importante! O dólar que se compra para viajar é dólar turismo que, comumente, é mais alto que o dólar comercial!

 

  1. Pesquise, pesquise e pesquise!

Compare os valores das casas de câmbio, apesar do câmbio divulgado na mídia, esse é apenas o valor referencial, então pode ter variações de uma casa de câmbio para outra.

Sendo assim, a pesquisa é algo importante para que você, viajante, consiga as melhores condições!

Importante pesquisar também o próprio estabelecimento para que não seja enganado! E fique de olho nas taxas cobradas pela casa de câmbio para não ter uma surpresa desagradável!

 

  1. Leve um cartão!

Sim, nós falamos das taxas de IOF, e talvez você tenha se convencido de levar todo o dinheiro em espécie, porém, por segurança é importante que tenha um backup para caso precise.

O que isso quer dizer?

Em caso de emergência, como por exemplo, ser furtado ou perder o dinheiro, é importante que tenha em mãos outra forma de pagamento.

Imprevistos acontecem, portanto é importante se prevenir!

Segundo Willian Gonçalves, do DayCâmbio Bauru,  ideal seria levar 50% em dinheiro e 50% em cartão, ou pelo menos, 70% em dinheiro e 30% em cartão (sabemos que o IOF pode pesar).

Veja também nossas dicas para não se atrasar no  aeroporto!

Gostou das dicas da Via Goes? Deixe nos comentários!

Postagens Recomendadas
1
Olá! 👋 seja bem vindo a Via Goes
Podemos te ajudar ?
Powered by